Conheça sobre Estimulação Cognitiva!

O método mais moderno que protege a qualidade de vida dos idosos atenuando e controlando comportamentos alterados em função de Demência Senil e
Doença de Alzheimer:
“Déficit de memória, alterações de personalidade, humor e comportamento, disposição física e mental, perda de iniciativa e passividade, dificuldade em realizar tarefas domésticas, problemas com vocabulário, desorientação em relação a tempo e espaço”.

A Estimulação Cognitiva baseia-se na Neurociência e a capacidade do cérebro buscar padrões de normalidade através da Plasticidade Cerebral, fazendo novas conexões neuronais de acordo com a necessidade do paciente.

Solicitar Orçamento

Quer nos conhecer?

Como funciona?

A Sênior Lar&Care valoriza as necessidades individuais dos assistidos e da sua família, selecionando e treinando sua equipe de cuidadores em função das conveniências apresentadas na nossa visita inicial de avaliação diagnóstica.

Modalidades de Atendimento:

  • De segunda-feira a sexta-feira – 8 horas por dia; 12 horas por dia ou 24 horas por dia.
  • De segunda-feira a segunda-feira – 8 horas por dia 12 horas por dia ou 24 horas por dia.
  • Finais de semana (mensal)
  • Plantão avulso (12 horas)

OBS: Levamos em consideração adaptações e necessidades da família para personalizar o atendimento.

Por que contratar a Sênior Lar&Care?

A Sênior Lar&Care administra todo o processo definido entre as partes, inclusive a escolha dos cuidadores e respectivos dias e horários, considerando folgas e substituições, no caso de solicitação de troca do cuidador. Contratando nossos serviços, você também evita desgastes com burocracias e ações trabalhistas.

Ao iniciar o trabalho, nosso cuidador utilizará uma Planilhas de Cuidado Personalizado e Medicamentos (via oral) as quais serão supervisionadas juntamente com o atendimento do cuidador, sempre visando ao bem-estar do assistido e de sua família.

É vedada aos nossos cuidadores a realização de procedimentos invasivos, bem como a rotina de serviços domésticos.

Estudos apontam que a recuperação dos assistidos em casa, além de ser mais rápida que no hospital, é mais agradável, carinhosa e melhora a autoestima.

CUIDADORES ESPECIALISTAS

Nossos cuidadores são treinados para entender as necessidades do paciente com a Doença de Alzheimer, AVC e Parkinson e do processo de envelhecimento.
Só poderemos nos comprometer com a melhor qualidade de vida dos pacientes atendidos na medida em que nossos cuidadores estejam capacitados para oferecer os melhores cuidados.

ORIENTAÇÃO PARA TODA FAMÍLIA

Sabemos o que significa ter um parente com a Doença de Alzheimer para a família, que adoece junto.
Oferecemos suporte através de reuniões com os filhos, irmãos e cuidadores informais, para que os familiares entendam o contexto da nova dinâmica familiar, orientações sobre a organização da casa, rotinas em relação a cada fase da doença, indicações de profissionais médicos e de grupos de apoio.

CRITÉRIO PERSONALIZADO PARA A ESCOLHA DO CUIDADOR

Cada ser humano tem um perfil. O idoso doente necessita uma atenção toda especial pois é um ser carente que deve ser respeitado e será mais feliz na medida em que se identificar com seu cuidador.
Assim, para aquele religioso, se possível um cuidador que tem a mesma fé, para quem gosta de conversar, uma boa prosa, para quem é carente, muito carinho.
Sabemos que os mais velhos, principalmente as mulheres, precisam ser ouvidas. Ninguém melhor do que uma cuidadora mulher calejada, experiente, para fazer companhia no momento da doença.
Nossa proposta é entender a necessidade do doente e da família e indicar o melhor cuidador.

SUPERVISÃO EM TEMPO INTEGRAL

Todo o trabalho do cuidador é permanentemente acompanhado através supervisão dos procedimentos.

ESTÍMULOS DAS FUNÇÕES COGNITIVAS E DA AUTONOMIA COM TRATAMENTO MULTIDISCIPLINAR

Os exercícios de estimulação são parte do tratamento multidisciplinar que ajudam o paciente e seus familiares e postergam o avanço do Alzheimer, constituindo-se em um momento de interação bastante agradável.

ORÇAMENTO NO LOCAL (SP)

A Sênior Lar&Care vai até a sua casa para entender as necessidades específicas do seu familiar.

Vantagens de um cuidador profissional

Ter um familiar idoso ou com comprometimento das funções cognitivas exige atenção permanente. Um cuidador profissional ajuda nos seguintes aspectos:

  • cuida do  seu parente querido enquanto você assume suas obrigações profissionais ou, por algum motivo, se vê impossibilitado de seguir uma rotina diária em horário predeterminado
  • você conta com alguém de competência e experiência comprovadas por meio de cursos e treinamentos especializados e que, dessa forma, esteja preparado para cuidar de quem amamos.
Cuidador de Idoso Profissional Especializado

Cuidados que vão além

Quanto mais se estimular o idoso com atividades que solicitem atenção, concentração e raciocínio lógico, maior a chance de preservar e melhorar a capacidade cognitiva, inclusive nas pessoas com a Doença de Alzheimer e outras demências.

Musicoterapia para Idosos

Musicoterapia

A intervenção da musicoterapia no tratamento da pessoa com a Doença de Alzheimer tem como objetivo utilizar, resgatar e ampliar os componentes pessoais existentes nas sensações, percepções, afeto, escuta, habilidades motoras, espaciais, temporais, mobilização de energia, atenção, memorização, concentração e expansão. Esses componentes permanecem adormecidos devido à doença, podendo ser despertados por meio da música, pois, para se relacionar com a música, o paciente necessita acioná-los.

Treinamentos Cerebrais para Idosos

Treinamentos Cerebrais

O estresse e a correria do dia a dia tornam o “lembrar-se de tudo” cada vez mais difícil, porém hoje, com tanta tecnologia a nosso favor, encontramos atividades que podem ajudar a melhorar a capacidade cognitiva (capacidade de efetuar tarefas) do cérebro, deixando-o mais atento, saudável e forte. Essas atividades incluem jogos digitais em computadores, tablets ou iPads e até mesmo smartphones.

Vários são os fatores de risco que potencializam os transtornos típicos do envelhecimento. A qualidade de vida, se boa, funciona como fator de proteção, e, se ruim, como fator de risco.

Depressão

Se, por um lado, o desapego é importante símbolo no envelhecer, por outro, ele é diferente de perda. Desapegar-se de muitos comportamentos de fases de vida anteriores não é o mesmo que perder a capacidade de transformação e renovação.

Transtorno do Estresse Pós-Traumático

Ocorre em função da perda abrupta de um ser querido. Também pode ser desencadeado por abuso protetor, controlador, geralmente familiar, em momentos em que o idoso ainda pode tomar decisões por si mesmo (onde morar, com quem e como viver).

Outras vezes, uma enfermidade que requer hospitalização prolongada pode assustar muito o idoso, em vista da possibilidade de separação da família.

Adição e ansiedade

Abusos de substâncias (álcool, etc.) ou jogos. Geralmente, há um quadro de ansiedade e um conflito entre algo a ser evitado e algo a ser buscado, trazendo muita ansiedade.

Gerontocracia

Quadro frequente no(a) mandão(ona), poderoso(a) e dono(a) da verdade.

É o idoso que não aprende o novo, insistindo em padrões ultrapassados. É claro que é importante que as conquistas durante a vida sejam reconhecidas e comemoradas, mas a fixação nessas memórias, às vezes, faz o idoso ser tomado pelo complexo do poder, impedindo sua transformação, o que requer desapego e humildade, além de luta, reflexão e contemplação.

Tanatofobia

São quadros em que o idoso fica tomado pelo medo da morte. Com frequência, tornam-se hipocondríacos, com muito medo de doenças físicas, medo da morte concreta e, consequentemente, medo da vida.

Puer aeternus

Ficam fixados no jovem. São os que não aceitam envelhecer. Geralmente, competem com os filhos ou tentam se enturmar com eles, frequentando os mesmos lugares, usando as mesmas roupas, linguagem, comportamento.

Pais eternos

Ficam fixados no papel de filhos pequenos, mesmo estes já sendo adultos. São infantilizadores de filhos e netos, superprotetores, competindo pelos papéis parentais com seus filhos, noras e genros, progenitores de seus netos. Provocam nos filhos, às vezes, quadros de adolescência tardia, com resultados por vezes perigosos.

Inversão de papéis

O idoso torna-se como se fosse filho de seus filhos. Geralmente, elege-se um filho ou uma filha para ser seu cuidador. Nesse papel, o idoso pode ficar chantagista, buscando sempre fazer o outro se sentir culpado, usando o “poder da vítima” para controlar as atenções do sistema familiar.

Somos especialistas em atendimento domiciliar para pessoas com a Doença de Alzheimer, AVC, Parkinson.

Valorizamos as necessidades individuais dos assistidos e da sua família.